Notícias

TSUNAMI dominou a Qualifica 2017


Para a edição de 2017 o mote da QUALIFICA foi “Find your Balance”, salientando, deste modo, o ponto de equilíbrio fundamental entre os benefícios de todas as funcionalidades digitais e os comportamentos viciantes.
 
A TSUNAMI e a Exotic Gaming, uma das equipas mais importantes do panorama nacional de gaming, aliaram-se e marcaram presença nesta edição da Qualifica.
Durante os quatro dias da Feira, circularam pelos pavilhões 4 e 5 da Exponor mais de 35 mil jovens. Pelo stand da TSUNAMI passaram, por dia, mais de mil jovens ávidos conhecedores dos jogos e familiarizados com os requisitos técnicos das máquinas desenvolvidas para a área de gaming.
 
De facto, a oportunidade de competir com o Humberto “Soulzor” Monteiro, o Rui “vts” Soares e o Gustavo “Neeve” Aroso da divisão de Counter Srike da Exotic foi um fator de atração indiscutível durante estes últimos quatro dias. Este fator aliado à oportunidade de testar as máquinas transformou o Stand da TSUNAMI num lugar de paragem obrigatória durante toda a Feira.
 



No sábado, dia 18 de março, a TSUNAMI e a Exotic Gaming promoveram um minitorneio cujo vencedor levou para casa um Intel NUC DC3217IYE Core i3.
Entre as 15h00 e as 17h00 de sábado os visitantes tiveram a oportunidade de jogar Counter-strike contra o Soulzor, o vts e o Neeve. Cada visitante jogou 5 minutos com cada um dos gamers residentes.
Para encontrar o vencedor, no final de cada jogo o número de frags de cada dupla de jogadores era registado. Foi um torneio muito renhido.
 
À final deste minitorneio chegou a jovem Filipa e o vencedor Ricardo Cardoso Soares wsp que ficou muito feliz pela conquista deste prémio.
Ao receber o prémio das mãos do trio de jogadores da Exotic, o Ricardo Cardoso Soares agradeceu à TSUNAMI a oportunidade de jogar com o Soulzor, um dos jogadores de Counter-strike a nível nacional. Antes de se despedir, o Ricardo Cardoso Soares disse ter ficado surpreendido com a capacidade de resposta da máquina TSUNAMI à exigência do jogo: “a máquina é brutal. Um dos maiores azares que podes ter num jogo, em especial, quando jogas com uma máquina que não conheces é o lag. Pode fazer-te perder um jogo!”
 


O Samuel, de 12 anos, natural de Ovar, e um apaixonado por Counter-strike, testou as nossas máquinas e ficou maravilhado: “nunca tinha experimentado uma máquina TSUNAMI, mas tem uns bons fps e não “laga”.
 
Com esta iniciativa, o objetivo é aproximar a TSUNAMI dos grandes aficionados do gaming, dando-lhes a oportunidade de testar as máquinas, experienciando, assim, o elevado nível de desempenho.

 


loading